Celitablog.it - O blog de moda e arredores
Sexta, 07 Julho 2017 06:39

Biquini

Adriana Lima in bikini O Biquíni moderno nasceu em 1946, ou seja, já completou mais de 70 anos mas, podemos dizer, que se mantém jovem e em forma. O criador do biquíni, o costureiro francês Louis Réard, criou esta peça que expunha a barriga das mulheres na mesma época em que os americanos faziam, regularmente,  testes nucleares no atol de Bikini no Oceano Pacífico precisamente na Ilha Marshall. Como, na época, esta peça do vestuário chocou a sociedade provocando um efeito bomba, ela foi batizada de Biquíni.  Mas, suas origens são antigas , da época Greco e Romana, como se pode constatar registros nos afrescos e mosaicos que já foram encontrados. A moda e a história sempre caminham juntas. O biquini foi proibido por muitos anos porque, a maior parte das culturas do mundo, o viam de forma ultrajante. Como todas as criações de moda, o Cinema foi de fundamental importância para que ele deixasse de ser escandaloso. A atriz pioneira que usou esse traje de banho em Hollywood foi a Jayne Mansfield nos anos 50. Atualmente, o Brasil é referência e líder mundial na indústria de trajes de banho, em especial em biquínis, porque fabrica e vende infinidade de modelos com tecidos especialmente desenvolvidos para este fim e com excelente qualidade. Mas, como em um retorno as origens do seu criador, o biquíni foi popularizado no Brasil, pela a atriz francesa Brigitte Bardot , em Búzios – RJ,  nos anos 60.
Bigitte Bardot in bikini su materassino
Bigitte Bardot in bikini.
Uma das primeira marcas brasileiras a ter sucesso foi a Blue Man nos anos 70 que lançou o biquíni de jeans. Tendo esse tecido pouca maleabilidade, e portanto difícil de se adaptar as curvas do corpo por não ser elástico, tiveram a genial  ideia de cortá-lo e amarrá-lo, criando uma modelagem totalmente diferente para época, que é o modelo de lacinhos sucesso até hoje nas praias. Nos anos 80 os modelos mais populares eram os famosos Fio Dental e  Asa Delta.
Fio Dental model
Fio Dental model
CLAUDIA SCHIFFER in ASA DELTA model
CLAUDIA SCHIFFER in ASA DELTA model
Nos anos 90 tornou-se moda cobrir com modelos mais amplos com intento de proteger o corpo dos raios solares. Gostaria de mencionar um famoso estilista brasileiro Almir Slama , quem não se lembra da marca Rosa Chá ? Ele colaborou, também, com um brand italiano chamado Yamamay.
NAOMI CAMPBELL in ROSA CHA
NAOMI CAMPBELL in ROSA CHA
O nosso estilo de biquíni é exportado no mundo inteiro e seus tecidos estão sempre em evolução. Atualmente é uma indústria promissora, pequenas empresas que começaram a produzir simples modelos, cresceram e se transformaram em indústrias que fazem inteiras coleções da moda praia, combinando com toalhas de banho, blusas, saias, calças, vestidos e ate chapéus e chinelos. Por outro lado, marcas famosas, até alta costura, no seu prêt à porter, acabam lançando suas versões moda praia. As minhas marcas brasileiras preferidas hoje são Salinas e Água de Coco.
SALINAS beach fashion
SALINAS beach fashion
AGUA DE COCO beach fashion
AGUA DE COCO beach fashion
Quarta, 14 Junho 2017 06:55

Givenchy by Riccardo Tisci

Riccardo Tisci for Givenchy Givenchy é uma marca francesa fundada em Paris em 1952 por Hubert Givenchy e, desde então, sempre lidou com roupas, acessórios, perfumes e cosméticos . Essa notável casa de moda é conhecida mundialmente por suas características definidas por essencial e simples mas, sem dúvida, extremamente elegante ao mesmo tempo. A sua fama teve o grande boom quando a atriz Audrey Hepburn vestiu a suas criações no filme Bonequinha de Luxo. Ainda hoje, vendo as imagens do filme, os modelos que ela usava continuam atuais e lindos.
Breakfast at Tiffany’s, Audrey Hepburn in Givenchy
Breakfast at Tiffany’s, Audrey Hepburn in Givenchy
Quando Hubert Givenchy se retirou em 1988, passaram pela maison estilistas de fama internacional como John Galliano e Alexander McQueen, entre outros. Depois de toda a fama e o sucesso mundial, essa casa de moda passou por um momento de esquecimento, que quase a levou a falência. Em 2005, nasce a colaboração com estilista italiano Riccardo Tisci que deu uma nova vida a essa marca quando voltou a ser glamurosa como nos velhos tempos.
Givenchy by Riccardo Tisci Belle de Jour Collection- Winter 2015
Givenchy by Riccardo Tisci Belle de Jour Collection- Winter 2015
O Tisci nasceu no sul da Itália em uma família humilde de nove filhos. Quando a mãe ficou viúva todos eles se mudaram para a Lombardia, que fica no norte, e desde pequeno ele teve que trabalhar para contribuir com o orçamento familiar. Ainda adolescente, se mudou para Londres para estudar na Central Saints Martin College uma das melhores escolas de moda e arte no mundo. No começo, os críticos da moda não acreditavam no seu talento porque, o estilo de Tisci era dark mas, ele venceu a todos porque ,acreditou no seu trabalho e seguiu seu sonho até quando começou a ser admirado e reconhecido. Tendo oito irmãs, o universo feminino lhe era muito conhecido para ele foi muito simples conquistar este universo e entender o que encantaria as mulheres. Trabalhando com a marca Givenchy vestiu Pop Stars da música como Madonna, Rihanna ou Beyonce, entre outras. Sendo uma pessoa sem preconceitos, levou para as passarelas e para as campanhas fotográficas, nada menos que a transexual Lea T., famosa também por ser a filha do jogador de futebol Toninho Cerezo.
Lea T in Givenchy by Riccardo Tisci
Lea T in Givenchy by Riccardo Tisci
Uma da suas amigas mais importantes é a Donatella Versace, a quem convidou para emprestar o seu rosto em uma campanha Givenchy . Eu já havia falado de Riccardo Tisci recentemente no artigo sobre o Festival de Sanremo, quando chamaram a minha atenção os vestidos usados pela apresentadora Maria De Filippi . Acredito que essas criações faziam parte da sua última coleção desenhada para Givenchy, já que, depois 12 anos de trabalho, colaboração entre ele e a maison parisiense teve seu fim. Contudo a grife Gyvenchy nunca se esquecera que foi Tisci, que com o seu trabalho devolveu o glamour a grife que tinha se perdido e estava estagnada. Com conjunto de sua positividade e suas crenças, ele consegue transmitir nas suas criações dando vida a um estilo chamado streetwear que atualmente esta presente nas coleções da Nike. Esse revolucionário, sonhador, transgressivo esta entre as 100 pessoas mais influentes no mundo!
Nike Sneakers by Riccardo Tisci
Nike Sneakers by Riccardo Tisci
Nike by Riccardo Tisci Trend and the City Collection-2017
Nike by Riccardo Tisci Trend and the City Collection-2017
Sábado, 13 Maio 2017 17:19

A MODA COUNTRY

country image Acabei  de voltar de uma viagem ao Texas e Novo México,  por esse motivo a idéia de falar da moda chamada Country . A palavra Country significa  país, campo ;  O estilo  Country, bem como a sua música é uma mistura de raças e  culturas  como inglês, escocês, irlandês, alemão , nativos ,afro e latino. Esse tipo de roupa nasceu para satisfazer a necessidade de trabalhar no campo que precisa ser confortável , prática e resistente .No nosso imaginário quando pensamos na moda  Country , nos vem em mente a imagem do típico cowboy americano que vimos no cinema. Aliás, foi graças a ele que esse estilo se glorificou e  acabou, passando do campo para os centros urbano. Podemos dizer que a moda casual que praticamente usamos todos os dias , se inspirou a esse estilo . A moda Country não é isso que vemos , mas um estilo de vida de duro trabalho e dedicação . Esse modo campeiro de viver não existe só nos Estados Unidos mas é muito forte em outros lugares como países da América Latina e mesmo na Itália , como por exemplo na região da Maremma na Toscana, sempre onde tem agricultura e criação de animais, respeitando claro, que cada pais tem estilo personalizado em função de cultura e clima. Eu, que cresci no interior do Rio Grande do Sul , quando eu cheguei ao Texas me senti em casa , fazendo aflorar a minha alma de camponesa que me acompanha sempre ... Como já mencionei  em um artigo anterior, os jeans estão entre os líderes que, com a ajuda dos filmes foram conhecidos em todo o mundo. Também  as camisas , gravatas e botas  são mestres, mas os verdadeiros protagonistas som os chapéus . Não se pode ser um cowboy autentico sem  um chapéu texano !!!
STETSON Cowboy  Hat
STETSON Cowboy  Hat
STETSON Women  Hat
STETSON Women  Hat
No Oeste Americano é possível encontrar acessórios  em qualquer lugar, das lojas populares as postos de gasolina , sem falar das boutique de luxos que vendem roupas de alta qualidade  bordadas com aplicações feitas a mão. Eu entrava ,observava e admirava a beleza dos detalhes , me sentia frustrada por não comprar , mas logo essa sensação passava porque no meu intimo eu pensava: Quantas vezes eu vou usar isso na minha vida cotidiana ? Agora que sou uma pessoa mais consciente , não compro somente para satisfazer meu desejo de compras, mas compro com inteligência.
ALLENS BOOTS Men
ALLENS BOOTS Men
ALLENS BOOTS Women
ALLENS BOOTS Women
Terça, 11 Abril 2017 06:08

MODA, ECONOMIA, ECOLOGIA

MODA ECOLOGICA O ser humano nasce nu mas, logo, já é enrolado em alguma pele ou pano. Isto porque o  vestuário, não serve somente para nos enfeitar, se fosse assim, não precisaríamos de tantas roupas. As roupas, desde a  pré-história já tinham alguma função, serviam para nos proteger do frio, da chuva, do vento e dos raios solares.Muito mais tarde, o uso das roupas começam a distinguir as classes sociais, políticas e econômicas. E, sem dúvida a moda , desde sempre, acompanhou a arte, momentos históricos, como guerras por exemplo além, de outras  datas que marcaram a história da humanidade. No século XIX nasce a alta moda denominada “Haute Couture”. Feitos a mão e sob medida, os modelos são desenhados por costureiros  como expressão de arte, dando grande atenção aos tecidos e aos detalhes. Hoje, essa “Haute Couture”, funciona mais para show em desfiles como forma de ditar novos estilos e tendências e, representa 6 % do volume de negócios. Nos anos 60 nasce na Europa a moda “Prêt à Porter”, idéia que veio dos Estados Unidos onde nasceu por volta dos anos 40. Prêt à Porter quer dizer vestuário pronto para vestir, desenhado por um estilista mas, produzido e distribuído em grande escala. Sempre foi minha opinião que quem realmente define os sucesso dos estilistas são as ruas, o povo e a mídia.  Por esse motivo que o “Prêt à Porter” é mais popular que  “Haute Couture” que é só para clientes de elite. Atualmente, com o desenvolvimento da modelagem, padronização e da grande escala de produção, o mundo da moda é uma indústria que está espalhada pelo mundo todo e é economicamente muito importante.
Haute Couture ELIE SAAB Spring-Summer Collection 2017
Haute Couture ELIE SAAB Spring-Summer Collection 2017
Pret à Porter MAX MARA 2017 Spring-Summer Collection 2017
Pret à Porter MAX MARA Spring-Summer Collection 2017
Mas, na moda como quase tudo na vida, podemos ver dois lados da moeda: o lado positivo é glamoroso, bonito, enfeita, define e trás prazer para muitas pessoas e, nāo menos importante,  a sua indústria da moda move a economia mundial levando empregos e renda para muitas pessoas; o lado negativo é um impacto muito danoso ao meio ambiente e o uso de mão de obra escrava e infantil para diminuir custos de produção.
VIVIENNE WESTWOOD AFRICA ETHNICAL PROJECT
VIVIENNE WESTWOOD AFRICA ETHNICAL PROJECT
Pouco tempo atrás eu descobri algo que me deixou chocada , a indústria da moda é um dos setores que mais polui o nosso planeta. Com essa descoberta eu me senti como uma criança que lê contos de fadas e no final a heroína morre. Felizmente hoje o mundo da moda está começando a ser mais sensível ao problema ambiental , com isso as pessoas querem estar na moda sem culpas fazendo moda inteligente. Existem hoje muitos estilistas atentos a esse tema, eu posso citar duas heroínas que se debatem e produzem moda ecológica : Vivenne Westwood e Stella McCartney .
VIVIENNE WETSWOOD’s ecological collection
VIVIENNE WETSWOOD’s ecological collection
STELLA McCARTNEY’s ecological collection
STELLA McCARTNEY’s ecological collection
Quarta, 08 Fevereiro 2017 16:23

SEX AND THE CITY

Sex and the City introduzione Para os apaixonados de moda como eu, a serie Tv por excelência é SEX AND THE CITY. Entre as quatro amigas a minha preferida é a CARRIE BRADSHAW , a protagonista que é interpretada pela atriz SARAH JESSICA PARKER. Eu adoro a sua maneira de não viver a vida seriamente e o seu glamour. Jà passarom quase vinte anos do o início da série, ainda hoje a mitica CARRIE continua sendo atual no seu modo de vestir. Seja as seis temporadas da série Tv e os dois filmes que seguirom, são uma celebração da moda eos vestidos que ela usava me faziam sonhar de olhos abertos.
dress ARMANI bag TOUR EIFFEL by TIMMI WOODS shoes MANOLO BLAHNIK
dress ARMANI bag TOUR EIFFEL by TIMMI WOODS shoes MANOLO BLAHNIK
dress BALENCIAGA coat LA CROIX shoes CHRISTIAN LOUBOUTIN
dress BALENCIAGA coat LA CROIX shoes CHRISTIAN LOUBOUTIN
Quanto eu queria usar todos aqueles vestidos maravilhosos !!! . Ela sabe perfeitamente interpretar as minhas palavras : moda é como cozinhar, você tem que re-inventar , criar, misturar, mas sempre com bom senso sem exagerar. O seu modo de vestir fala soazinho.
sweater AGNES B skirt PRADA coat MARNI
sweater AGNES B skirt PRADA coat MARNI
dress CELINE coat MOMO FALANA shoes CHRISTIAN LOUBOUTIN
dress CELINE coat MOMO FALANA shoes CHRISTIAN LOUBOUTIN
O mérito disso é da PATRICIA FIELD, uma das maiores figurinistas do cinema e da televisão americana, bem como SEX AND THE CITY, também trabalhou na famosa série de TV UGLY BETTY sempre no mundo da moda, mas acima de tudo ela foi a figurinista do film da moda por excelência , O DIABO VESTE PRADA. Graças a suas percepções, roupas e acessórios que usavam CARRIE e suas amigas , são atuais até hoje. Na série foram homenageados os maiores estilistas contemporaneos. Um verdadeiro show da indústria da moda.
Carrie in Oscar de la Renta
Carrie in Oscar de la Renta
Carrie in Romeo Gigli
Carrie in Romeo Gigli
Carrie in Sonya Rykiel
Carrie in Sonya Rykiel
Carrie in Weinberg Joe Di Maggio style
Carrie in Weinberg Joe Di Maggio style
Terça, 07 Fevereiro 2017 16:23

Jeans

Todo mundo acha que eles são americanos,na verdade ainda uma vez tudo começou na Itália, em Génova. Na era das repúblicas marítimas, os italianos exportavam para Londres sacos cheios de um tecido chamado fustagno no qual estava escrito o nome Jeane (Génova em francês ). A palavra Blue Jeans deriva da tradução literal Azul Génova. Por exemplo a palavra Denim, qué é o nome do tecido com o qual fizerom os os primeiros Jeans vem de Nimes em Provence, lugar onde nasceu esse tecido.
Evandro Soldati Jeans for Ellus Spring-Summer 2017
Evandro Soldati Jeans for Ellus Spring-Summer 2017
Jeans Levis Rose
Jeans Levis Rose
Unexpected Denim: Camille Seydoux for Roger Vivier
'Unexpected Denim': Camille Seydoux for Roger Vivier
Muito tempo depois fizerom sua aparição nos Estados Unidos, quando o alemão Levi Strauss importou esse tecido melhorando a resistência. O costureiro Jacob Davis criou a primeira calça com cinco bolsos utilizando este tecido. Levi Strauss patenteou e vendia inicialmente esta peça de roupa para garimpeiros na antigas minas do oeste. Desde então, graças ao cinema americano fizerom sucesso no mundo inteiro.
2016 New Childrens Trousers Holes Jeans Baby Bib Pants Pocket Jumpsuit
2016 New Childrens Trousers Holes Jeans Baby Bib Pants Pocket Jumpsuit
Jeans como uma peça de vestuário marcou inteiras gerações até os dias atuais. Hoje encontramos o tecido de jeans em todos os tipos de roupas masculino, femenino, infantil e acessórios. Com imaginação este tecido pode ser usado para fabricar qualquier coisa in diferentes formas e cores, eu diria que, como peça de roupa è universal e global. Um tecido feito pelos marinheiros genoveses (até Garibaldi usou), através dos garimpeiros até prateleiras de alta moda.
Segunda, 06 Fevereiro 2017 16:23

Eu, Sanremo e a moda

Sanremo è um festival anual da musica popular italiana. Esse ano ele comemorou 67 anos, claro que eu vou falar de moda, não de música. O Festival de Sanremo e uma verdadeira demonstração de força da indústria da moda. A palavra Moda deriva do latino modus e significa “modo”, “maneira”, e “ comportamento”. Como eu jà citei anterioremente a moda è pessoal e està em cada um de nós encontrar o seu próprio estilo. Sendo Sanremo uma kermesse, participam inùmeras pessoas nacionais e internacionais e acaba sendo um verdadeiro desfile de moda. Eu gostei de varios “ looks”, mas vou citar aqueles que mais me impressionarom . Esse ano a presentadora do evento foi a Maria De Filippi, e seu estilo capturou a minha atenção especialmente à ultima noite. Em particular dois vestidos GIVENCHI by Riccardo Tisci. Primeiro vestido De Filippi Um vestido claro na parte superior com tons escuros na parte inferior, elegantissimo De acordo com o terno De Filippi O outro, preto com aplicações em tons de azul .Eu tive a sensação que ela se sentia a vontade dando a esses vestidos a importancia que eles mereciam. Na minha opinião o Riccardo Tisci troxe novamente a griffe GIVENCHI em voga, porquè nos últimos tempos era um pouco esquecida. Paola Turci Teve também a cantora Paola Turci, que vestia um macacão preto muito simples e ao mesmo tempo elegante da Stella McCartney. Mastronardi Sanremo Também chamou a minha atenção a atriz Alessandra Mastronardi com um vestido que eu reconhecí do detalhe do broche que identifica Chanel.
Domingo, 05 Fevereiro 2017 16:23

Sari

Sari tradional

Descrever o Sari , é impossível sem antes compartilhar com vocês a minha experiência visitando a Índia. Para mim Índia é sinônimo de cores, cheiros, sons, história, cultura e contradições. É um país que geralmente quem visita o primeiro impacto é radical: amá-lo ou odiá-lo. Eu amei porque acordou o meu sistema sensorial literalmente falando.Sari é um traje tradicional indiano, As suas origens são tão antigas quanto a sua civilização e a sua tradição passando de geração em geração até hoje . É uma faixa de pano, entre seis e oito metros de comprimento, que é enrolada sobre o corpo da pessoa a usá-lo por métodos que variam de acordo com a sua função. Geralmente a maneira mais comum de usar é envolvê-lo ao redor da cintura e jogá-lo sobre os ombros. É usado sobre uma saia chamada Pavadai (Anàgua ) e uma blusa chamada Choli. Seu tecido pode ser seda, algodão, chiffon etc .. As estampas dos tecidos e as cores variam de acordo com as religiões, grupos étnicos, e com determinadas ocasioes . O código de cores mais populares são, por exemplo : Vermelho que normalmente é usado pelas noivas sendo a sua cor associada a sensualidade e fertilidade ; Amarelo é usado, geralmente, pelas mulheres grávidas e as que acabaram de dar à luz; Azul é associado as classes inferiores e Verde é normalmente usado pelas mulheres da fé muçulmana. Eu acho que, independentemente da religião ou casta, o que realmente me fascinou era sua vasta gama de cores e ver as mulheres em Sari nas ruas, nos templos, nos mercados, nos campos , no final das contas, em qualquer lugar. Não há nada mais atraente e sensual que ver as mulheres vestidas num Sari . Hoje existem versões revisitadas deste trajes na moda. Vou citar o estilista indiano Manish Malhotra. Sua carreira começou como figurinista de filmes em Bollywood aonde ele ganhou vários prêmios. Agora é um dos principais expoentes da moda indiana. Eu gostaria de propor algumas de suas criações...

Aishwarya-Rai-in-Sabysachi-saree-at-Raavan-Premeireweb Priyanka-Chopra-walking-at-Manish-Malhotra-show-at-LFW-SR-2013 Manish-Malhotra-_aicw_2015_amazon_india_fashion_week_couture_runway_red_gown
Página 2 de 3