Celitablog.it - O blog de moda e arredores
celita

celita

Segunda, 03 Abril 2017 09:54

Biography 3

Celita em uma de minhas viagens ...Comecei a executar meu plano, fazer aulas de italiano e guardar dinheiro para um curso e viagem na Italia. No final do ano 2000, eu, literalmente, larguei tudo e embarquei para Italia buscando meus sonhos. Primeiro conheci Milão e varias outras cidades , depois morei por um ano em Roma aonde frequentei um curso de vitrinista, que amei. Mas, no final do ano, me sentia muito só, com saudades da família, quando o destino me deu um prêmio e eu conheci minha alma gêmea, meu porto seguro, meu companheiro de alma. Fui para cidade da família dele, no interior, na serra, um lugar bem pequeno, de volta as origens.Trabalhamos juntos na empresa da familha ate hoje .Porém, compartilhamos da mesma inquietude e curiosidade, e começamos a dar asas para a paixão por viajar. Juntos conhecemos lugares maravilhosos em todos os continentes, sempre que possível, retorno ao Brasil, que meu marido adora, aliás dizem que a italiana do casal sou eu!. Onde quer que eu vá, estou disposta a apreender a cultura, os costumes, conhecer o que tem de bom para ver e comer, analisar traços da moda e descobrir novas tendências. Com este blog, quero dividir isto com vocês, minhas experiências já vividas e as que ainda virão, que serão muitas, porque acho que já me conheço um pouco…
Quarta, 01 Fevereiro 2017 16:23

Bolero

Muito tempo antes que o bolero fosse objeto de moda, minha mãe os usava para proteger os braços do sol e das plantas da lavoura pois tinha algumas, com folhas cortantes. Ela mesma os costurava com vários tecidos diferentes. Eu lembro bem, um em particular era xadrez, curto logo abaixo do peito de forma arredondada com mangas longas. Suas origems provem do folcore espanhol, ele é um complemento para qualquier ocasião da uma festa o simplesmente no nosso dia a dia.

Bolero Armani
Bolero Armani
Quinta, 02 Fevereiro 2017 16:23

Memories: calças

Mais uma vez, ela, minha mãe, antecipou os tempos usando as calças quando na época as mulheres que trabalhavam no campo usavam somente vestidos. Ela começou usando as calças do meu pai para se proteger do frio, mesmo sendo um traje masculino ela vestia com elegância debaixo do vestido. Até hoje eu adoro as calças com stilo masculino. Armani docet

calças pretascalças-emporio-armani

calças brunello cucinelli

Sábado, 04 Fevereiro 2017 16:23

Seda

Vestido de seda chinesa antiga

A história da seda é muito antiga, a sua origem remonta a velha e distante China. Existem várias lendas, uma delas é que tudo começou com a imperatriz Si Ling Shi, jovem esposa do primeiro imperador, estava tomando um chá no jardim debaixo de uma amoreira, e um casulo do bicho da seda caiu da `arvore dentro de sua xícara, foi então que começou a magia. Devido ao calor do chá, ele começou a desfiar formando um fio. Ela se apaixonou com a resistência e o brilho desse fio e resolveu a utilizá-lo para tecer, o que, acabou por conseguir e transformar em um tecido de excelente qualidade. Ela começou a criação do bicho-da-seda tornando-se a pioneira da sericicultura. Na Europa, a seda chegou muito tempo depois, por volta do ano 550 d.c., `a época do Imperador Justiniano, graças a coragem de dois frades que, retornando de uma viagem do Oriente, trouxeram em segredo os ovos do bicho-da-seda para Constantinopla. Com as viagens do Marco Polo foi introduzido esse tecido e assim se traçou a famosa rota da seda, muito importante para o comércio entre Europa e Ásia.

vestir-silk-doce-e-gabbana

Eu conheci a seda quando ainda era pequena, sempre ela, minha mãe, mandou costurar a minha primeira blusa seda que tinha vários tons de rosa e com os babados nas mangas e ao redor do pescoço. Ainda hoje eu tenho essa memória gravada na minha mente: a maciez e o brilho daquele tecido. Existem vários tipos de tecido de seda, vou citar alguns exemplos : BROCADO tecido ricamente decorado, CHIFFON muito leve e transparente, DAMASCO tecido com desenhos acetinados em fundo não brilhante, DAMASQUETE no estilo do Damasco com trabalhos de ouro ou prata, CETIM lustroso e fino, SHANTUNG irregular com nós salientes, TAFETA’ lustroso e bem tapado, TULE leve efeito rede e VELUDO liso de um lado e do outro coberto de pelos. Atualmente os maiores produtores de seda mundiais som CHINA, INDIA e BRASIL . Eu adoro a seda por sua simplicidade e elegância eu acho que mesmo sendo um tecido milenário é sempre atual.

Domingo, 05 Fevereiro 2017 16:23

Sari

Sari tradional

Descrever o Sari , é impossível sem antes compartilhar com vocês a minha experiência visitando a Índia. Para mim Índia é sinônimo de cores, cheiros, sons, história, cultura e contradições. É um país que geralmente quem visita o primeiro impacto é radical: amá-lo ou odiá-lo. Eu amei porque acordou o meu sistema sensorial literalmente falando.Sari é um traje tradicional indiano, As suas origens são tão antigas quanto a sua civilização e a sua tradição passando de geração em geração até hoje . É uma faixa de pano, entre seis e oito metros de comprimento, que é enrolada sobre o corpo da pessoa a usá-lo por métodos que variam de acordo com a sua função. Geralmente a maneira mais comum de usar é envolvê-lo ao redor da cintura e jogá-lo sobre os ombros. É usado sobre uma saia chamada Pavadai (Anàgua ) e uma blusa chamada Choli. Seu tecido pode ser seda, algodão, chiffon etc .. As estampas dos tecidos e as cores variam de acordo com as religiões, grupos étnicos, e com determinadas ocasioes . O código de cores mais populares são, por exemplo : Vermelho que normalmente é usado pelas noivas sendo a sua cor associada a sensualidade e fertilidade ; Amarelo é usado, geralmente, pelas mulheres grávidas e as que acabaram de dar à luz; Azul é associado as classes inferiores e Verde é normalmente usado pelas mulheres da fé muçulmana. Eu acho que, independentemente da religião ou casta, o que realmente me fascinou era sua vasta gama de cores e ver as mulheres em Sari nas ruas, nos templos, nos mercados, nos campos , no final das contas, em qualquer lugar. Não há nada mais atraente e sensual que ver as mulheres vestidas num Sari . Hoje existem versões revisitadas deste trajes na moda. Vou citar o estilista indiano Manish Malhotra. Sua carreira começou como figurinista de filmes em Bollywood aonde ele ganhou vários prêmios. Agora é um dos principais expoentes da moda indiana. Eu gostaria de propor algumas de suas criações...

Aishwarya-Rai-in-Sabysachi-saree-at-Raavan-Premeireweb Priyanka-Chopra-walking-at-Manish-Malhotra-show-at-LFW-SR-2013 Manish-Malhotra-_aicw_2015_amazon_india_fashion_week_couture_runway_red_gown
Segunda, 06 Fevereiro 2017 16:23

Eu, Sanremo e a moda

Sanremo è um festival anual da musica popular italiana. Esse ano ele comemorou 67 anos, claro que eu vou falar de moda, não de música. O Festival de Sanremo e uma verdadeira demonstração de força da indústria da moda. A palavra Moda deriva do latino modus e significa “modo”, “maneira”, e “ comportamento”. Como eu jà citei anterioremente a moda è pessoal e està em cada um de nós encontrar o seu próprio estilo. Sendo Sanremo uma kermesse, participam inùmeras pessoas nacionais e internacionais e acaba sendo um verdadeiro desfile de moda. Eu gostei de varios “ looks”, mas vou citar aqueles que mais me impressionarom . Esse ano a presentadora do evento foi a Maria De Filippi, e seu estilo capturou a minha atenção especialmente à ultima noite. Em particular dois vestidos GIVENCHI by Riccardo Tisci. Primeiro vestido De Filippi Um vestido claro na parte superior com tons escuros na parte inferior, elegantissimo De acordo com o terno De Filippi O outro, preto com aplicações em tons de azul .Eu tive a sensação que ela se sentia a vontade dando a esses vestidos a importancia que eles mereciam. Na minha opinião o Riccardo Tisci troxe novamente a griffe GIVENCHI em voga, porquè nos últimos tempos era um pouco esquecida. Paola Turci Teve também a cantora Paola Turci, que vestia um macacão preto muito simples e ao mesmo tempo elegante da Stella McCartney. Mastronardi Sanremo Também chamou a minha atenção a atriz Alessandra Mastronardi com um vestido que eu reconhecí do detalhe do broche que identifica Chanel.
Terça, 07 Fevereiro 2017 16:23

Jeans

Todo mundo acha que eles são americanos,na verdade ainda uma vez tudo começou na Itália, em Génova. Na era das repúblicas marítimas, os italianos exportavam para Londres sacos cheios de um tecido chamado fustagno no qual estava escrito o nome Jeane (Génova em francês ). A palavra Blue Jeans deriva da tradução literal Azul Génova. Por exemplo a palavra Denim, qué é o nome do tecido com o qual fizerom os os primeiros Jeans vem de Nimes em Provence, lugar onde nasceu esse tecido.
Evandro Soldati Jeans for Ellus Spring-Summer 2017
Evandro Soldati Jeans for Ellus Spring-Summer 2017
Jeans Levis Rose
Jeans Levis Rose
Unexpected Denim: Camille Seydoux for Roger Vivier
'Unexpected Denim': Camille Seydoux for Roger Vivier
Muito tempo depois fizerom sua aparição nos Estados Unidos, quando o alemão Levi Strauss importou esse tecido melhorando a resistência. O costureiro Jacob Davis criou a primeira calça com cinco bolsos utilizando este tecido. Levi Strauss patenteou e vendia inicialmente esta peça de roupa para garimpeiros na antigas minas do oeste. Desde então, graças ao cinema americano fizerom sucesso no mundo inteiro.
2016 New Childrens Trousers Holes Jeans Baby Bib Pants Pocket Jumpsuit
2016 New Childrens Trousers Holes Jeans Baby Bib Pants Pocket Jumpsuit
Jeans como uma peça de vestuário marcou inteiras gerações até os dias atuais. Hoje encontramos o tecido de jeans em todos os tipos de roupas masculino, femenino, infantil e acessórios. Com imaginação este tecido pode ser usado para fabricar qualquier coisa in diferentes formas e cores, eu diria que, como peça de roupa è universal e global. Um tecido feito pelos marinheiros genoveses (até Garibaldi usou), através dos garimpeiros até prateleiras de alta moda.
Página 3 de 3